PROMOÇÂO $$$$$$ IPHONE 7 APPLE $$$$$$ APROVEITA APHONE 7 $$$$$$$$ TEM MAIS SUPER OFERTAS $$$$$$$$ CLIQUE AQUI EM SUPER OFERTAS OS MELHORES JOGOS ESTÃO AQUI OLHAR TUBE JOGOS

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Sádicos crimes de guerra - 4

Guerras do Congo

Um jovem soldado rebelde com sua metralhadora em Kalemie, República Democrática do Congo. 
ABDELHAK SENNA / AFP / Getty Images

Uma oferta abundante de diamantes, ouro e cobre pode ser encontrada no Congo -, bem como sangue. 

Diamantes em bruto - Fonte : wikipedia

Perto do final do século 20, o país entrou em guerra civil de décadas, a história angustiante de que foi moldada por crianças-soldados, canibalismo e estupro especialmente em massa.

O uso do estupro era tão difundido e de rotina que a ONU decidiu considerar o estupro  um instrumento, não um efeito colateral, da guerra. De fato, um estudo de 2011 do American Journal of Public Health descobriu que até 1,8 milhões de mulheres no Congo foram violadas, com média de 48 mulheres por hora .

Uma mulher cobre o rosto e descreveu seu estupro  em 20 de Março de 2006, em Kanyabiyunga, República Democrática do Congo. Ela alega que  foi estuprada por três membros das forças armadas, enquanto visitava sua avó.  
Spencer Platt / Getty Images

Se o estupro está destinado a espalhar o medo nas populações locais ou incentivar o abandono da propriedade e o colapso das relações domésticas, como estratégia militar no Congo não discrimina.

São mulheres de todas as idades,vítimas  tão jovens quanto 18 meses de idade ou tão antigas quanto a 80 anos. Em alguns casos as genitálias das mulheres são mutiladas e com as suas famílias sendo forçadas a assistir.


 O estupro tornou-se normal,escreveu o cineasta Fiona Lloyd-Davies , que passou um tempo no Congo para fazer um filme sobre o estupro lá, “As mulheres contaram como eles esperavam ser estupradas. Não uma, mas muitas vezes, as mulheres que conheci, falou de violações em grupos de três ou quatro vezes. Às vezes era 'apenas' dois soldados, mais frequentemente grupos de homens, 10, 20, uma e outra vez “.

Além das cicatrizes físicas deixadas é uma experiência traumática,com desfigurantes fístulas e DSTs são comuns entre as vítimas de estupros no Congo,o trauma emocional pode ser impossível de superar.

Uma das mulheres Masika Katsuva disse que ela e suas duas filhas foram estupradas por soldados; seu marido foi assassinado na frente dela, e ela foi forçada a comer suas partes íntimas. Mais tarde, quando Katsuva tentou procurar refúgio com a família do marido, ela e suas filhas foram rejeitadas e não tinha para onde ir.

A guerra oficialmente “acabou” com um tratado de paz das Nações Unidas em 2013,mais no entanto,foram  mais de cinco milhões de pessoas mortas desde que a guerra começou no início de 1990.


Um ano depois, 39 homens foram levados a julgamento por pelo menos 130 acusações de estupro no  município de Minova . Mais de 1000 participantes vítimas entrou no caso, oferecendo testemunho. Cinco meses mais tarde, apenas dois homens foram condenados,para cada violação individual.


quinta-feira, 15 de junho de 2017

Sádicos crimes de guerra - 3

campo de Sumter

Graves daqueles que morreram em Campo Sumter, da guerra civil nos EUA, onde crimes de guerra foram cometidos oficialmente. Richard Elzey  Flickr

A Guerra Civil dos Estados Unidos afirmou que mais de 620.000 vidas se foram nesta guerra,deixando uma mancha sangrenta na história dos Estados Unidos. Mesmo assim apenas um homem envolvido foi julgado por crimes de guerra , ele era Henry Wirz, o comandante confederado de Andersonville, da Geórgia acampamento Sumter, que abrigou prisioneiros da União de guerra.

Henry Wirz - wikipedia

As condições no acampamento eram absurdas , abrigava mais de 10.000 detentos , mais em 1864 chegou aos 32.000 prisioneiros de guerra que residia dentro das suas paredes apertadas,deixando presos com apenas 1 metro e meio quadrado de “espaço vital” para os prisioneiros.

Uma descrição da prisão de Andersonville por John L. Ransom. Wikimedia Commons

A comida era escassa e os materiais necessários para prepará-la ainda mais escassos, o que deixou muitos prisioneiros a morrer de fome. No topo da fome, tinha as condições sanitárias que eram deploráveis,levou muitos homens a beber um riacho de água cheio de matéria fecal de homens doentes e moribundos.

E se a doença não matasse os presos, as pessoas dentro da prisão o faria. Vários grupos como os Raiders Andersonville  surgiam no campo de prisão de 16 acres e atacavam,ou melhor,assassinavam os presos pelo pouco de posses que tinham. Muitos guardas mal treinados  atiravam nos presos de forma indiscriminada e sem causa.

Cerca de 900 prisioneiros morreram no campo a cada mês, com mais de 12.000 pessoas (um terço da população total do acampamento) que morreu entre 1861 e 1865.

monumentos Memoriais .

 Henry Wirz  mais tarde foi condenado à morte por crimes de guerra, ele alegou que estava apenas seguindo ordens.




quarta-feira, 7 de junho de 2017

Sádicos crimes de guerra - 2

Sádicos crimes de guerra -2

Unit 731

Shiro Ishii (1892 - 1959), médico e comandante da unidade 731. 
Fonte : Wikipédia

Entre 1937 e 1945 o Exército Imperial Japonês conduziu experimentos humanos letais,no nordeste da China em um local predominantemente  de  populações chinesas e russas.

O grupo que realizava os experimentos era conhecido como Unidade 731 e tinha 3.000 pesquisadores e tudo começou com um homem: o tenente-general Shiro Ishii.

Shiro esperava usar seus conhecimentos de ciência para ajudar a tornar o Japão uma potência global. Quando o governo teve um interesse em armas biológicas em 1925, o Protocolo de Genebra proibia a guerra biológica ,mais justamente neste tempo o Japão fez muitas “cobaias” . Shiro se estabeleceu e começou a condução de sua ciência mortal,crimes de guerra.

Xinhua  Getty / Images

Oficialmente os testes foram realizados para “desenvolver novos tratamentos para problemas médicos que o exército japonês enfrentava”, o New York Times relatou.

No entanto, ao longo dos anos, os pesquisadores testavam em prisioneiros (muitas vezes sem anestesia); doenças injetadas como a sífilis, antraz, e gonorreia em vítimas; em mulheres faziam experimentos em seus fetos estuprados, prisioneiros usados ​​como alvos humanos para granadas e até mesmo queimavam pessoas vivas. Do lado de fora da unidade, o exército japonês espalhava pestes de como pulgas em aldeias chinesas para estudar como era a propagação da doença.

Uma vítima da Unidade 731 do Japão - Xinhua  Getty / Images

Os indivíduos foram chamados marutas , ou registros, e de acordo com The New York Times , eram simpatizantes geralmente comunistas ou criminosos comuns. Durante este período de tempo perto de 3.000 a 250.000 pessoas morreram em um único campo. O que talvez seja mais perturbador é que esses tipos de experiências não foram isolados na Unidade 731, e que muitos médicos simplesmente considerava estes procedimentos uma rotina.

Um edifício agora abandonado uma vez parte da instalação bioweapon Harbin usado pela Unidade 731. Wikimedia Commons

Um dos prédios da Unidade 731, em Harbin, aberto à visitação.
Fonte : Wikipédia

Apesar disto, muitas Unidades 731  e seus  pesquisadores nunca foram julgados por crimes de guerra. Em vez disto, os Estados Unidos, ansioso para vencer a União Soviética na corrida armamentista global, lhes concedeu a imunidade  com a condição de que todas  informações que foram reunidas em seus experimentos seriam dos  EUA. Dois documentos governamentais desclassificados revelam que os EUA eventualmente pagou mais de US $ 2,3 milhões (em dólares de hoje) pelos  dados.

Placa em memória das vítimas num dos prédios do complexo.
Fonte : Wikipédia

Como aconteceu com os experimentos nazistas , os EUA usariam as pesquisas ganhas através destes crimes de guerra,para aumentar seu próprio programa de armas biológicas.


sábado, 3 de junho de 2017

Sádicos crimes de guerra -1

Sádicos crimes de guerra - 1

A natureza humana é uma coisa complicada,os otimistas e pessimistas podem olhar para a mesma história humana e apresentar avaliações opostas do espírito humano.

O otimista irá apontar para atos de altruísmo e exibições históricas de uma vontade coletiva para o progresso no sentido de tornar a natureza humana uma essência boa.

O pessimista vai apresentar guerras incessantes, escravidão e uma série de outros males sociais na história humana para construir uma natureza humana que é mais selvagem do que humana.

Ambos estão corretos em suas avaliações da condição humana. Mas é atos de violência particularmente implacáveis que sem restrições chocam tanto o otimista e pessimista. Esses atos não apresenta uma humanidade que é basicamente bom ou mau, ou um pouco de ambos, mas que é absolutamente sádico.

Vou falar sobre quatro dos próprios atos de uma humanidade sádica: Essa é a 1

Programa de Eutanásia T4


O sanatório Schnbrunn em Dachau. Wikimedia Commons

Em agosto de 1939, os profissionais de saúde em toda a Alemanha recebeu um comunicado do Ministério do Interior do Reich. A nota dizia que todos os médicos, enfermeiros e parteiras mandasse relatórios de recém-nascidos (com menos de três anos de idade) que pareciam sofrer de deficiências físicas ou mentais graves.



Dois meses depois, em outubro, esses especialistas em saúde começou a sugerir que os pais enviassem as crianças deficientes a certas clínicas pediátricas na Alemanha e Áustria para o tratamento. O problema era que as crianças enviadas para essas clínicas não iria ser ajudadas,elas seriam mortas.

Este programa - iniciado por Adolf Hitler e que eventualmente compreendeu a quase totalidade dos comunidade psiquiátrica da Alemanha foi chamado de o programa T4 , vindo do endereço da empresa: Tiergartenstrasse 4.


T4 essencialmente criou um “painel da morte”, a burocracia dos médicos decidia quem tinha uma “ vida indigna da vida ”. Para tomar tal decisão, os planejadores T4 distribuía comunicados para funcionários de saúde pública, hospitais, instituições e lares de idosos, com especial motivo de uma  criação de capacidade do doente para trabalhar.
Um motorista esperando no ônibus utilizado para reunir as crianças do programa de T4. Wikimedia Commons

Os nazista usava a produtividade como justificativa para a eutanásia.Alegaram que os fundos poderiam “melhor” ser usado em aqueles que não eram loucos ou sofrendo de uma doença terminal e os “comedores inúteis” servia apenas para morrer.


E o que eles fizeram,os pacientes foram enviados para essas “clínicas”, onde eles entravam num “chuveiro”, que era na verdade câmaras de gás. corpos foram eliminados em fornos. Suas cinzas foram colocadas em urnas e enviadas de volta para as suas famílias, juntamente com uma notificação falsa de sua morte.


O programa T4  que “oficialmente” terminou em 1941,diz nas estimativas US Holocaust Museum que matou pelo menos 5.000 deficientes físicas e mentais tudo crianças e era só o começo  assustador de coisas que viriam depois. Foi o primeiro programa de assassinato em massa na Alemanha, precedendo os campos de extermínio que tomou forma alguns anos mais tarde.



Postagem em destaque

Os Templários descobrindo o novo continente

Os Templários. Descobrindo o novo continente Fonte da foto:http://www.imagick.com.br/ A Ordem do Templo de Salomão, ou a Ordem dos ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens relacionadas